domingo, 15 de janeiro de 2006

Resposta ao Sr Otacílio M. Guimarães

A missiva do Otacílio... (clique aqui)

(Trata-se do atual Presidente do CREA Ceará).

Sr.Otacílio M. Guimarães


Causa indignação a qualquer cidadão – Esclarecendo:CIDADÃO quer dizer aquele que é habitante da cidade; habitante de um estado livre - e não me parece que o Sr é tão livre assim. Esclarecendo: Liberdade implica na faculdade de uma pessoa poder dispor de si, independência, autonomia ou:
consciência: direito de emitir opiniões religiosas e políticas que se julguem verdadeiras; e pelo que nos demonstrou, através da missiva exposta em diversos SITES, jornais, blogs, paredes de banheiro, etc, o Sr não é tão livre assim.
Creio que não é livre de consciência, quem age sob a influência de “consensos” pré-elaborados e definidos, para serem “papagaiados” (repetidos) pela massa portadora de raciocínio mediano. E o senhor presta exatamente a esse papel. O senhor trás no bojo de sua missiva vários elementos do chamado “consenso da mediocridade” – Esclarecendo: MEDIOCRIDADE: falta de mérito; vulgaridade. No Brasil de hoje, o Consenso da Mediocridade definiu que o governo Lula é corrupto. Não só corrupto, como também "o mais corrupto da história".

Senhor Otacílio, gostaria que o Senhor, do alto de sua “educação”, já que diz ser muito educado e não analfabeto, apesar de ter escrito ‘DESPROPOSITAL’ e nos dicionários pesquisados, simplesmente a tal palavra não existir, esclarecesse a importância e a fixação doentia em afirmar que LULA, o Presidente da Republica do Brasil, que foi eleito para governar o País e não para ficar “paparicando” o Partido do qual era presidente, deveria saber o que acontecia dentro de um PARTIDO POLÍTICO e UMA PREFEITURA DO INTERIOR PAULISTA (Note-se que alguns destes fatos ocorreram há 12/13 anos atrás).


Já que o Senhor se compara a LULA na questão ÉTICA E MORAL (o que EU DUVIDO muito) eu quero discutir com o senhor sobre ética e moral, cara a cara, olho no olho. Eu quero que o senhor me explique como e porquê o PSDB não tomou nenhuma providência quanto ao ESCÂNDALO que está estremecendo o ESTADO DE MINAS GERAIS, algo em TORNO DE 100 MILHÕES desde 1998, perpetrado por EDUARDO AZEREDO, presidente do PSDB.

Eu quero que o senhor me explique, cara a cara, olho no olho, porquê TRÊS fiscais do MINISTÉRIO DO TRABALHO DE MINAS, que estavam investigando TRABALHO ESCRAVO numa fazenda de UNAÍ-MG e foram barbaramente EMBOSCADOS E MORTOS pelo PREFEITO “MÂNICA” do PSDB e você não escrever uma linha sequer, sobre isso e estar preocupado com a morte de CELSO DANIEL? Não é de hoje, portanto, que o PSDB se utiliza desses esquemas criminosos para suprir o seu caixa 2 e aumentar o patrimônio de seus integrantes e de partidos coligados, como é o caso DO KASSAB na prefeitura de SÃO PAULO.

Basta o Senhor se inteirar sobre Marcos Valério e o esquema que está em atividade desde 1998 e que foi criado pelo PSDB e só agora desmontado, em pleno período eleitoral. Claro que tudo isso foi porquê o PSDB não teve sucesso nas últimas eleições para prefeito, basta pensar um pouquinho.

Otacílio, (à partir deste trecho, não o tratarei mais de senhor –minúscula- ) num dos trechos de sua MISSIVA, você diz “...o senhor foi colocado onde está por pessoas tão ignorantes quanto o senhor. Mas eu devo lhe dizer que os homens e mulheres de bem deste país ...”

Otacílio, eu não sou ignorante, bem como as demais pessoas que elegeram o atual Presidente, assim como o próprio LULA não o é (tanto que chegou a Presidência do País antes do 62 anos...) e também não sou GENTE DE BEM, consenso fartamente repetidos por críticos de sua estirpe.

Otacílio, você é um ancião, 62 anos, pare de subestimar a inteligência dos leitores, pare de ofender os eleitores cativos de LULA (TRINTA MILHÕES), principalmente aqueles que conhecem bem as práticas da DIREITA RAIVOSA (como essa MISSIVA) e o colocaram onde ele está hoje e que será reconduzido por mais 05 anos, até 2011, queira ou não você e seu ódio doentio.

*Otacílio, exercer a cidadania é também cobrar e fiscalizar. Não fique parado aí, criticando e lamentando. Aproveite o tempo de vida que lhe resta. Fiscalize e cobre do seu deputado e senador mais do que a presença em plenário, por exemplo, nesta convocação extraordinária.

Cobre ações para punir os corruptos. Braços cruzados não resolvem! Você já parou para pensar que foi você que deu esse Congresso pro presidente? Que o presidente, seja ele qual for, é refém do fisiologismo do Congresso? Sem Congresso não há democracia. Com Congresso viciado a democracia fica comprometida.

Lula é a maior liderança política da América Latina. Você não tem a sensibilidade para saber que Lula é o tipo do político que nunca seria apeado do poder: basta dar um espirro e a multidão vai pras ruas defender seu mandato. Nenhum outro aqui no Brasil tem essa segurança, esse carisma. Quem não enxergar isso não quer enxergar nada.

Palavras de FH quando na presidência:
-- Eu bater no Lula? Tá louco? Ele é um mito. Agora, bate. Bate por uma questão de sobrevivência. Bate porque o governo erra tanto e se a oposição não bater tá errando junto com o governo.

* À partir deste parágrafo, utilizo trechos de A RESPONSABILIDADE AGORA É NOSSA (Jorge Bastos Moreno)Globo Online.

Oni Presente

19 comentários:

Anônimo disse...

Tantas coisa poderiam ser ditas a esse estrupício, que não caberiam nesse espaço. Se ele puder ler isso, gostaria de dizer para ele que não sou ignorante, prova disso é que votei em LULA e votarei novamente no próximo pleito. Eu, minha família, meus amigos e tantos mais a quem eu puder convencer. Este missivista talvez, pela sua idade avançada, não ver o final do próximo governo LULA.

Anônimo disse...

Caro querido blogueiro ONI PRSENTE,esse tal de Guimarães, presidente do CREA do Ceará( Deus me livre de morar num imóvel feito por sob sua responsabilidade) é um pau-mandado de Tasso Jeiressati, o coronelão cearense.Esse sujeirto, véio gagá, ignorante, está brutalmente acometido do tal IGDA, referido por Flavio Aguiar. Contiune ONI, com sua batalha para desmistificar toda essa gente cretina, conservadora, preconceituosa, hipócrita, imbecil. Seu blog, Oni, é nota 10, eu sou um desses iditotas que,todos os dias, o lê.

Um abraço.

Gilvan Rufino de Freitas

Recife-PE. e-mail: gilvanfreitas@blk.nlink.com.br

Anônimo disse...

Eu também, Oni. Sou um desses idiotas que estão felizes com o governo LULA. Depois que me tornei idiota (deixando de votar na DIREITA RAIVOSA e deixando de acreditar em pessoas como esse OTACÍLIO) é que minha vida melhorou. E muito.

Unknown disse...

Querido Oni, aonde você lê essas coisas? Isso é texto de gentinha, de nazistas, de boçais, vermes travestidos de humanos.Esses canalhas só escrevem e falam essas coisas na internet,são covardes. Manda ele fazer esse discurso para o povo em praça pública, no mínimo fica sem os dentes.Note bem, eu sou contra a violência, mas não tem outra forma de combater um câncer como esse sujeito.

Anônimo disse...

Alguém aqui conhece o Lula ? Eu conheço, não só como vizinho mas também como colega, portanto sei que ética e honestidade é algo que passa ao largo de seus objetivos.

Anônimo disse...

Não merece nem comentário, mas como sou uma pessoa muito boa, de um imenso coração e muuuuito humilde (kkkkkk), eu te ensinarei uma coisa seu retardado. Eu não tive paciência de ver todos os comentários, mas até onde li ninguém concorda com vc. Eu aprendi com meu pai que se duas, três e milhares de pessoas (no seu caso) discordam com a gente, alguma coisa tem de errado. Prá mim vc é um riquinho FDP que quer que os ricos sejam ainda mais ricos. O seu partidinho de merda viveu milhares de ano no pder e não fez nada a não ser roubar!!!!O Lula rouba? FODA-SE!!!Pelo menos ele faz!!!! Eu voto nele quantas vezes ele candidatar. FDP!!!!

Anônimo disse...

É lamentável perceber que ainda há míopes neste país !!! Não discordo das opiniões a respeito do PSDB e seus partidários mas daí a acreditar que o PT é feito de pessoas honestas e que o Presidente Lula é um santo existe uma distância enorme. Façam o seguinte, continuem votando nele. Aposto que suas vidas melhoraram, seus salários aumentaram, algum parente de vcs foi beneficiado com algum programa federal (o Fome Zero por exemplo), você é acionista de algum banco brasileiro e tantas outras situações que melhoraram a vida de todos nós. Façam isso e assistam a mais quatro anos de viagens internacionais e trapalhadas do presidente que se não for o mais corrupto, dissimulado é o mais incompetente sem dúvida nenhuma !!! Boa Sorte !!

Anônimo disse...

Puxa vida, quanta gente idiota neste país, que ainda se consideram de bem com a vida por terem votado em um cara que só está se preparando pra ser mais um ditadorzinho estilo seus coleguinhas da Venezuela e Bolívia, além do seu sonho em seguir os passos de seu ídolo Fidel Castro e liderar até a morte.
Procurem saber se é bom ser sustentado com um mínimo pra não ser miserável, mas não poder crescer profissionalmente nem sair do país, aprisionado em sua gaiola comunista...
Diferenças sociais existem em qualquer país do mundo. Aqui são maiores por um motivo muito simples: se acabar a miséria, a seca, analfabetos e desempregados, como é que um semi-analfabeto como os Lulas da vida vão fazer campanha? Vão enganar a quem, vão prometer o quê?
Saiam desta de Lula lá e Lula já!!!!
Leiam, cresçam e aí sim, verão que não é votando em quem nunca quis estudar nem trabalhar que o Brasil vai deixar de ser um Haiti na América do Sul!!!!
E chega! Enchi de bater em paredes ocas como as cabeças de vcs, defensores deste safado que só viaja e rouba, se preparando para os anos vindouros!
Escrevam o que digo: serão no mínimo 20 anos no poder se ele ganhar esta eleição e a miséria não vai só piorar, como nem quem tem mais vai poder ajudar a quem não tem nada.

Anônimo disse...

É por demais engraçado que os defensores do presidente Lula e do PT só conseguem se "desculpar" apresentando a seguinte alegação: O que o PT faz - o PSDB já fez. Se o PT é corrupto, o PSDB também foi. Se o PT rouba, o PSDB também já roubou... e assim vai!
É a única justificativa que eles encontram, porque não existe defesa diferente. O Presidente e o Partido que vieram para moralizar o país, que se elegeram porque convenceram o povo de que eram "DIFERENTES" (honestos, éticos, acima de qualquer suspeita... e "pobres", "do povo"), agora só conseguem se defender dizendo que "o PSDB também fez ou foi assim". Dá até vontade de gargalhar, se não fosse pelo nó na garganta que antecede o vômito que insiste em se manifestar.
É lamentável.
Devo dizer que o Presidente Lula tem como força o seu "carisma" ou a sua dissimulação para convencer o povo. Se ele, entre outras coisas, diz que o seu governo já gerou 4 milhões (dos 10 milhões que prometeu em campanha)de novos empregos, o povo acredita, porque ninguém se pergunta mesmo quantos milhões de pessoas ficaram desempregadas nesse mesmo período, desempregados esses que com certeza não entram no cálculo do governo!
Otacílio M. Guimarães, parabéns pela coragem em divulgar a real face desse governo, independente de ter o PSDB agido de forma parecida ou não. O que está sendo feito hoje, com certeza o Brasil NUNCA viu antes nessas proporções.
A dança da "PIZZA" da deputada Ângela Guadagnin (PT-SP)também foi por demais interessante. Viva a impunidade!! Comemoremos a impunidade!!
Ursula

Anônimo disse...

Gosto dessa discussão de competência ou não, avaliar os números do Governo Lula e do PT. Não adianta pra mim Lula ser ou não ser Santo. O que importa são os resultados numéricos deste governo, que depois de observar e comparar com os anteriores, são hj os melhores números que este país já viu. Pena que a mídia brasileira só divulga os números e paradigmas que lhe interessa. Mas como tb sou um desses ignorantes que votou em Lula e ainda o fará neste 2006 e como ser ignorante é uma bênção nesse país, já que os sabidos não conseguem conquistar nem o respeito de um discurso pautado por dados e informações reais, avaliando não só com paradigmas que se lhe interessa, pq há muitos outros vetores a serem considerados. O que não dizer dos espertos da Sorbonne? Uma coisa me basta. Lula não vendeu o Brasil e emprestou o dinheiro para o estrangeiro comprá-lo. As estatais que restaram, pois esses PSDBistas, PFListas e outros istas não conseguiram entregar de graça, continuam obtendo recordes de lucratividade enquanto que sob a administração desses incompetentes, nunca deram lucro, segundo os próprios discursos privatizantes desses incompetentes que governaram o Brasil antes de Lula. A história é outra. A irritação desses espertos é que como pode uma pessoa como Lula, que não estudou em Universidades estrangeiras, um simples peão desse país, conseguir a façanha de ganhar respeito internacional bem como viajar tanto e conseguir tantos acordos comerciais benéficos ao Brasil sem pegar um centavo sequer dos empréstimos do FMI. Há muito tempo não vejo, ouço ou leio, alguém dizer que esse peão brasileiro pegou algum centavo do FMI para gerir o Brasil. Todos os anteriores, foram ao Fundo e afundaram mais o Brasil. Eu quero é ser ignorante pra poder perceber estas coisas, pq os espertos é que estão me parecendo asnos. Quero declarar que não estou sendo nem pago, nem tenho emprego ou cargo público em qualquer instância de poder, nem sou amigo do rei, muito pelo contrário, os amigos do rei me odeiam. Não tem nenhuma arma apontada p minha cabeça e sou livre para emitir minha opinião. E se alguém, apesar de ignorante quer continuar a aprender, aproveite a net e se informe sobre o que se passa nesse país e saiba avaliar as informações e intenções de cada discurso ou informação.

Anônimo disse...

http://www.creace.org.br/diretoria.htm

Integrantes da Diretoria do CREA-CE

Engenheiro Eletricista Antonio Salvador da Rocha
Presidente

Engenheiro Civil Victor César da Frota Pinto
1° Vice-Presidente

Arquiteto André Luiz Pinheiro Ferreira Costa
2° Vice-Presidente

Engenheiro Químico Carlos Diderot Campelo
1° Secretário

Geógrafo Sebastião Tarcísio Assunção Cordeiro
2° Secretário

Engenheiro Agrônomo José Maria Freire
1° Tesoureiro

Engenheiro Eletricista Manoel Décio Pinheiro Filho
2° Tesoureiro

http://www.quatrocantos.com

CHECAGEM DE VERACIDADE TAMBÉM PODE SER FEITA PELA NET

Anônimo disse...

Quanta abobrinha !!!!
E quantos anonimos donos da verdade!
O Sr. Otacílio está correto , teve coragem de dizer e assinou o que disse !
Também votei no Sr. Inácio , por falta de opção e decepção por tudo que vi com o Sr. FHC e outros. Troquei meu medo por esperança como a maioria fez. Quanto aos números positivos do governo do Sr. Inácio , lembrem-se, NÃO É MAIS QUE A OBRIGAÇÃO de qualquer governo . O que não pode acontecer é usarmos alguns acertos de qualquer governo como moeda de barganha para justificar a pouca vergonha , a roubalheira e a falta de ética .
Chega ,Srs. Anõnimos ,do "ROUBA MAS FAZ" !!!! TEM QUE FAZER SEM ROUBAR . GOVERNAR COM HONESTIDADE É OBRIGAÇÃO E NÃO ALTERNATIVA DOS ESCOLHIDOS PELO POVO PARA GERIR A COISA PÚBLICA! Os fins não justificam os meios nem ontem , nem hoje ,nem nunca!
Estamos vitimados por um grande jogo de estelionato ! Pagamos impostos altíssimos e não temos retorno. Não temos saúde, educação,estradas,segurança... etc...etc...
Será que não basta?
Sejam mais patriotas , só assim teremos alguma chance de aproveitar o potencial maravilhoso deste país .Essa Pátria Mãe , que não tem um filho honesto para administra-la!
E não pensem vocês que posso oferecer solução . O que está por vir como opção, é exatamente igual , pois pior não é mais possível!
Tentem refletir! Se no meio de toda essa podridão foi possível fazer alguma coisa boa ,imaginem o que poderia ter sido sem essa roubalheira, hã?
FIM.
Jeane

CidadãoEu disse...

Eu quero guerra. Revolução.

Sou a favor da FARB.

Enquanto não houver "sangue" não haverá melhora.

TUDO no sistema político brasileiro é podre. NÃO EXISTE um partido em que se possa confiar. NÃO EXISTE um político de quem não se deva suspeitar.

PREFIRO A GUERRA!

"ENQUANTO O ÚLTIMO DEPUTADO NÃO MORRER ENFORCADO COM A TRIPA DO ÚLTIMO BURGUÊS, NÃO SABEREMOS O QUE É LIBERDADE" (a frase não é minha, mas nesse momento, a invoco em nome da minha ira contra os FDP que preferem não enchergar a verdade em nome de um pré-conceito imbecíl).

E no dia em que alguém quiser montar um exército, um partido, uma ONG ou a PQP que for pra "virar a mesa" contra essa corja maldita de políticos desgraçados, me chamem, EU ESTAREI LÁ!!!

Fernando Soares Campos disse...

LA INSIGNIA - DIÁRIO IBEROAMERICANO

MADRI

http://www.lainsignia.org


2 de abril de 2006

Brasil

É mais fácil esculachar

Fernando Soares Campos
La Insignia. Brasil, abril de 2006.

Quando cheguei ao Rio de Janeiro, há muitos anos, vindo lá do Nordeste, logo me dei conta do espírito humorístico dos cariocas, das suas brincadeiras, das gozações desse povo naturalmente caçoísta, tanto quanto o povo de minha terra. Foi quando observei que as pessoas gostavam de conversar comigo por vários motivos, mas principalmente porque achavam engraçado o meu jeito de falar, o meu sotaque e os diversos termos que eu usava. Nunca esqueço do meu primeiro "oxente!" pronunciado em público, aqui no Rio. Somente muito tempo depois foi que entendi por que, quando o proferi, atraí a atenção de um grupo, numa festa de aniversário. A partir daquele momento, todos queriam conversar comigo. Daí em diante, tudo que eu falava era motivo de riso, brincadeiras e alimentava ainda mais a animada roda de bate-papo. E eu lá, aos 19 anos de idade, centro das atenções, crente que estava abafando, como a gente se sentia na época. Lembro até que ainda usava alguns termos considerados arcaicos, como, por exemplo, "vindouro". Enquanto um carioca dizia "semana que vem", eu dizia "semana vindoura", e aquilo, pra eles, era uma preciosidade!
Por que tomo a defesa do presidente Lula em relação a algumas frases que ele andou proferindo e que repercutiu de forma tão negativa na mídia? Certamente porque sei que interpretações ao pé da letra, em outras regiões do nosso país, daquilo que diz um nordestino de modesta educação formal (formal) podem gerar uma certa e compreensível confusão. Muita gente poderia alegar que o presidente Lula viveu muito mais tempo em São Paulo que no Nordeste. Podem ainda dizer que ele chegou ao "Sul Maravilha" quando esta expressão ainda nem havia sido cunhada pelo Henfil. Mas os nordestinos, como tantos outros migrantes internos e imigrantes, mantêm hábitos, costumes e traços peculiares que, como todos nós sabemos, passam de geração a geração. Hábitos alimentares e indumentários, rituais religiosos, gestos, acentos de sotaque, termos e expressões de suas origens. Tenho um primo que mora aqui no Rio há quase cinqüenta anos, e quem conversar com ele, hoje, pode imaginar que o "paraíba" chegou ontem do Nordeste. Seus filhos, e até alguns netos, todos cariocas, manifestam determinadas características próprias dos nordestinos. Acho que esta é uma das mais importantes heranças que ele deixará aos seus descendentes, depois da educação moral e ética que lhes transmitiu.

Por ser nordestino, sei o que o presidente Lula quis dizer, por exemplo, quando declarou: "Ler é pior que fazer exercício em esteira". Ao pronunciar tal frase, com a melhor das intenções, alguns setores da imprensa fizeram o maior alvoroço. Achavam que o presidente havia dito que preferia fazer exercícios numa esteira. Intelectuais de todos os credos escreveram indignados artigos. Alguns diziam até que o presidente estava fazendo apologia à ignorância. E eu imagino como se sente o presidente quando lê esse tipo de crítica nas revistas e jornais, ou quando delas toma conhecimento assistindo aos telejornais. São feitas, geralmente, em tom galhofeiro. São escárnios que pretendem se passar por perspicacíssimas crônicas.

"Pior", lá no meu Nordeste, em diversos contextos, tem sentido de "mais difícil". Há anos, quando aqui cheguei, eu teria dito coisas assim: "Ler é pior (mais difícil) que fazer esteira", ou seja, estaria empregando o termo "pior" no lugar da expressão "mais difícil". E aí pergunto: o que você acha? Ler é mais difícil que fazer esteira? Claro que sim, pois fazer esteira, passar um bom tempo caminhando de lugar algum para nenhum lugar não exige esforço intelectual. Ler, por exemplo, um texto acadêmico, aí é que se torna pior... quer dizer, mais difícil que caminhar sobre uma esteira rolante. Fazer exercícios em esteira é melhor ("mais fácil", pois também usamos "melhor" com este sentido) do que ler. Concorda? Fazer exercícios numa esteira pode ser "intelectualmente" equiparado a assistir televisão. Isto sim.

Ontem, por indicação de uns amigos meus, encontrei, em dezenas de blogs e sites, um texto intitulado "Presidente, vá se danar", de autoria de Adriana Vandoni Curvo, professora, especializada na Fundação Getúlio Vargas, pós-graduada em Gestão de Cidades. O artigo foi publicado no jornal A Gazeta (impresso), Mato Grosso, no dia 24 de julho de 2005, edição 5046. Em "Presidente, vá se danar", Adriana Vandoni Curvo afirma que o presidente Lula teria dito que "tem mais moral e ética que qualquer um aqui neste país".

A verdade é que, certa ocasião, o presidente falou e, dias depois, reiterou: " Ninguém tem mais autoridade moral e ética do que eu", frase que qualquer cidadão, imbuído de senso moral e princípios éticos, diria, como eu o digo: "Ninguém tem mais autoridade moral e ética do que eu". Posso encontrar milhões de pessoas que tenham esta autoridade em igualdade de condições, em igual teor, porém não conheço quem tenha mais autoridade moral e ética do que eu. Como também não conheço quem tenha essa autoridade mais que o presidente Lula.

A professora distorceu as palavras do presidente e ainda se sentiu no direito de, com essa espécie de calemburgo infame, mandar o presidente se danar. Quanta baixaria! Não tem vergonha de fazer um troço desses, professora Adriana? A senhora que deveria ser um exemplo para os seus filhos e alunos, faz um trocadilho tão asqueroso. A não ser que a senhora prove que as duas frases são a mesma coisa, ou que não havia notado a diferença.

Veja, professora, repita comigo e anote aí no quadro negro:

Frase 1: Tenho mais moral e ética que qualquer um neste país.

Frase 2: Ninguém tem mais autoridade moral e ética do que eu.

Viu? Notou a diferença? Não?! Então explico:

No primeiro caso, professora, eu estaria determinando que sou o máximo, isoladamente, que sou único! Seria um delírio, como a senhora pretende que o presidente tenha tido.

No segundo caso, o presidente Lula e milhões de pessoas (entre estas, eu) podem pronunciar a frase, sem qualquer constrangimento. Não sei se a senhora também poderia, pois quem fez o que a senhora fez, das duas uma: ou o fez de má-fé, ou ingenuamente, por não ter interpretado corretamente uma frase tão simples.

A senhora, que tanto leu, tanto estudou, tantos diplomas exibe, não soube interpretar uma frase tão simples, professora?! Não soube, ou, propositadamente, distorceu a frase do presidente Lula, atitude que excluiria a senhora da possibilidade de ser uma dessas pessoas que poderiam dizer: "Ninguém tem mais autoridade moral ética que eu", pois a senhora feriu a moral e a ética dos que devem preservá-las quando escrevem para o público.

A senhora me disse, numa resposta automática do seu endereço eletrônico: "Este artigo não foi enviado ao presidente Lula, até porque, ele já declarou diversas vezes que ler é pior que fazer esteira... e tem outra, será que se ele lesse, entenderia?" Bom, eu também lhe pergunto: a senhora saberia andar na esteira sem qualquer problema? Creio que sim. Mas deve ter dificuldade em relação ao que lê ou ouve, não é mesmo? E agora, entendeu por que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que "Ler é pior (mais difícil) que fazer exercício em esteira"?

Professora, o presidente Lula e eu, em determinado momento histórico do nosso país, saciamos nossa fome de saber no mesmo banquete literário: o velho Pasquim, jornal que fez história na imprensa nacional. Foram mais de 20 anos de resistência à ditadura militar, com humor e os melhores articulistas que conheci. Alguns em plena atividade; outros, lá em cima, assistindo a essa patifaria que a imprensa faz hoje em nosso país, aceitando publicar um artigo estúpido como o seu. Confira o time do velho Pasca: Ziraldo, Jaguar, Millôr Fernandes, Ivan Lessa (BBC-Londres), Sérgio Augusto, Alberto Dines (Observatório da Imprensa), Chico Buarque, Antonio Callado e tantos outros. Dentre estes "outros", Fausto Wolff, atualmente colunista do Jornal do Brasil e colaborador de La Insígnia. O Fausto, à época, era o preferido do líder sindical Luiz Inácio Lula da Silva (conforme ele declarou), hoje presidente da República Federativa do Brasil.

Mas, professora, aqui pra nós: poderia nos dizer quem tem mais autoridade moral e ética que a senhora? Não vá dizer que é aquela turma da pesada que anda cuspindo ódio lá no Senado.

Anônimo disse...

ESTE NÃO É UM PAÍS DE COVARDES


Senhor Otacílio M. Guimarães, não entendi por que o senhor diz que “Num pais de covardes como este o único medo que eu tenho é de viver muito mais do que já vivi.”

Tomei um susto, Senhor Otacílio, quando li sua declaração: “Num país de covardes como este...”.

Fiquei imaginando: mas que péssima impressão o seu Otacílio tem do nosso país, este que forma uma das nações mais admiradas, das mais conceituadas entre as nações. Principalmente hoje, quando estamos passando o país a limpo. Hoje, quando todas as outras nações elogiam o nosso governo, um governo que prima pela transparência. (Pelo menos durante estes meus 56 anos de idade, ainda não tinha tido oportunidade de assistir a um dos maiores espetáculos de apuração dos fatos, de investigação, de devassa das instituições e exercício da democracia, como agora assisto.)

“País de covardes”?! Como assim, seu Otacílio?! O senhor mesmo está demonstrando que é uma pessoa valente! Demonstra muita valentia! Ou isso seria apenas uma fanfarronada?! Um momento de desequilíbrio, de insanidade, desses que até os covardes, depois de tanto se curvarem, resolvem manifestar, é isso? Pareceu-me uma asneira, pois dizer que somos um país de covardes atinge a todos, indiscriminadamente, até àqueles que o senhor deveria reverenciar, como, por exemplo, os seus pais, que, tenho certeza, são pessoas merecedoras de respeito, dignas de serem tratadas com deferência. (Ah! existe a possibilidade de seus pais não serem brasileiros, esqueci disso.) Eu jamais diria que somos uma nação de covardes, pois conheço milhares de pessoas que, diferentemente do que o senhor está afirmando, contribuíram para o engrandecimento do nosso país, o Brasil, que tantas alegrias nos deu, nos dá e ainda nos dará. Creia, seu Otacílio, vale a pena viver mais e mais, num país como o nosso.

Tem certeza de que está se referindo ao Brasil quando afirma que somos um “país de covardes”? Será que o senhor não está falando por si, generalizando pelo que vem lá do seu íntimo, hein?!

O senhor me atingiu, sim, e não foi por vestir a carapuça. Se o senhor afirmasse que neste país tem muita gente covarde, como em qualquer outro país, eu até compreenderia. E se reclamasse estaria, talvez, vestindo a carapuça. Não! O senhor foi taxativo: “Num pais de covardes como este o único medo que eu tenho é de viver muito mais do que já vivi.” Tem mais, seu Otacílio, se eu vivesse numa comunidade de covardes, das duas uma: ou eu também seria um covarde, ou tentaria elevar o moral da população acovardada. Pelo visto, com o seu surto de valentia, o senhor está, pretensiosamente, querendo ser um exemplo a seguir num “país de covardes”. É isso? Dispenso o seu exemplo, seu Otacílio, pois nunca considerei que vivemos num “país de covardes”. Nos ambientes em que trabalhei e trabalho, nas agremiações sociais que freqüento, nos bares, nas ruas, nas filas de banco, de ônibus, nos guichês de aeroportos, de rodoviárias, no convívio familiar, enfim, por onde andei, nestes 56 anos de vida, encontrei brasileiros, muita gente mesmo, sabe?, muita gente cujas atitudes demonstram que vivemos num país de gente corajosa!, destemida. Quer alguns exemplos?

Já vi mãe de família desfilar, sem capuz, em frente a um batalhão de policiais, com o propósito de identificar os assassinos do seu filho; vi pessoas enfrentar o perigo para acudir seu semelhante, até desconhecidos; também vi, em momentos de calamidade pública provocada por fenômenos da natureza, vi que a maior parte dos brasileiros não mede esforço, nem se acovarda, quando o dever o chama; vejo, todos os dias, centenas de pessoas corajosas, mas incapazes de jactar-se de terem enfrentado os déspotas. Sim, seu Otacílio, muitos brasileiros tiveram a coragem de enfrentar o despotismo de uma ditadura que se abateu sobre este país que o senhor diz ser habitado por “covardes”, do contrário, ainda estaríamos vivendo dias de opressão, roubalheira, censura, repressão, e tudo o que o senhor está vendo ser apurado não teria a menor chance de sê-lo. A gente nem tomava conhecimento, seu Otacílio.

Depois de dizer a asneira que o senhor disse, a de que vivemos “Num pais de covardes...”, o senhor falou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia dito uma asneira. Asneira “pronunciada por uma pessoa semi-analfabeta, despreparada, sem nenhuma ética, que 52 milhões de abobalhados colocaram na presidência da república do Brasil.”

Pelo visto, além de covardes, para o senhor a maior parte é de “abobalhados”. Quem escapa neste contexto, seu Otacílio? O senhor? Corajoso, valente, parece que somente o senhor, não é mesmo? Eu nem li tudo que o senhor diz, fiquei chateado com a apresentação do texto. Mas prometo que vou ler depois de despachar este aqui; pois, se o fizer agora, tenho certeza de que vou me indignar muito mais, e o senhor não iria gostar do que eu viesse a dizer.

Ah! não resisti, dei mais uma olhadinha e já volto chateado como isso: o senhor diz que o presidente Lula fez uma afirmação ”desproposital” (acho que o senhor queria dizer “despropositada”, não é mesmo?) E diz ainda: “Mas eu devo lhe dizer que os homens e mulheres de bem deste país já estão cheios das asneiras que o senhor...” Pois saiba que eu sou um homem de bem e não acho que o presidente falou asneiras, não lhe passei procuração para falar por mim, seu Otacílio. O senhor não representa todos os homens de bem deste país.

O presidente nunca se arvorou a ser o “único repositório da ética e da moral.” A isso, me parece, é o senhor quem está arvorando-se.

Sabe, seu Otacílio?, o senhor me poupou de digitar um bom trecho, pois basta copiar este de sua carta e colar aqui, com alguns acréscimos: “Me respeite!, seu Otacílio. Respeite o meu país! Respeite as pessoas que estão indignadas com a sua arrogância, sua desfaçatez! Se o senhor acha que o único repositório da ética e da moral deste país é o senhor, pois fique sabendo que eu quero discutir com o senhor sobre ética e moral, cara a cara, olho no olho.”

Tem mais pra copiar e colar: “pare de subestimar a inteligência dos
brasileiros, pare de ofender os brasileiros”

Veja bem, seu Otacílio: Não somos um país de covardes, como o senhor afirma.

Agora, como muito orgulho, copio e colo as palavras do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e as faço minhas, também como alguns acréscimos:

"Neste país está para nascer alguém que venha querer discutir ética comigo [como quem tem autoridade para me ensinar comportamento moral e ético; é isso que a gente do povo quer dizer quando fala que está pra nascer esse ou aquele alguém]. Eu digo sempre o seguinte: [Não] sou filho de pai e mãe analfabetos [mas se meus pais fossem analfabetos, deles me orgulharia] E o único legado que eles deixaram, não apenas para mim, mas para toda a família, é que andar de cabeça erguida é a coisa mais importante que pode acontecer para um homem ou uma mulher. E eu conquistei o direito de andar de cabeça erguida neste país com muito sacrifício. E não vai ser a elite brasileira que vai fazer eu baixar a cabeça".

Passar bem, seu Otacílio.

Fernando Soares Campos

Anônimo disse...

Amigos, realmente é difícil aguentar todas as coisas que estão sendo
mostradas em nossa situação política atual. O grande problema é que tudo
isso já ocorre há muitos anos e apenas agora está sendo mostrado. É
muito fácil criticar o trabalho dos outros desprezando as partes
positivas. Pode ser que para nós não estejam tão claras essas partes, mas
perguntem ao povo necessitado se eles alguma vez na vida tiveram o apoio que
estão tendo agora. A corrupção sempre existiu, desde a época da
colonização, haja vista a natureza dos colonizadores, só que pela primeira vez
alguém está pensando nos necessitados, estão sendo vistos, cuidados. É
claro que a demanda é muito maior, mas já é um auxílio enorme. Quem não
se recorda do salário-de-fome-mínimo, que não comprava nada? Hoje,
apesar de ainda não ser o ideal, é muito maior do que era antes do atual
governo.
Pude, durante minhas viagens pelo país, encontrar pessoas, sem
vínculo algum com o Presidente Lula, dizerem com lágrimas nos olhos que
finalmente estavam trabalhando, que seus familiares que estavam
desempregados havia muito tempo estavam empregados.
Eu creio que ocorreram erros sim, mas muito mais coisas boas foram
feitas pelo país, o que ao meu ver, superam a indignação que a mídia e a
oposição ao atual governo pretendem criar.
A propósito, o Sr. Otacílio M. Guimarães, que escreveu a carta ao
Presidente Lula, teria demonstrado muito mais coragem se tivesse se
dirigido ao Palácio do Planalto e solicitado ser atendido pelo Presidente.
Pra que endereço de e-mail ele enviou? Será que um e-mail tão contundente
e sem a menor demonstração de tentativa de diálogo inteligente chega às
mãos do Presidente? Será que esse Sr. está tentando se candidatar a
alguma coisa e resolveu fazer isso pra "mostrar que tem coragem de
defender o interesse público"? Será que ele foi ao interior do estado dele ver
como estão as famílias de lá? Será que ele conhece a situação das
pessoas do interior de estados como o Acre, que nunca tiveram tanta atenção
dispensada pelo Governo Federal? É fácil falar e escrever
omnidirecionalmente. Ato de bravura muito maior é direcionar pessoalmente suas
opiniões e não tentar manipular o pensamento dos outros, que ele considera
abobalhados, incautos, analfabetos, etc.
Será que ele também não está tentando nos manipular?

Fica aqui o aviso!!!

Anônimo disse...

Aqui vai mais uma perola para este inteligente debate...
Passo a palavra:
Ao assistir ao Jornal Nacional de hoje fiquei pasmo. E indignado. E triste. E descrente no futuro deste país. Ao ouvir o presidente da república declarar num comício eleitoral visando a sua reeleição, violando as leis do pais, a constituição e demonstrando elefantino desprezo pela inteligência de uma nação de 180 milhões de pessoas que "o PT não pode ser criticado por erros humanos cometidos" e que "há dois mil anos que a humanidade erra", só me ocorreu um pensamento:

O homem está bêbado, louco ou é um picareta pronto e acabado.

Desliguei a televisão após terminar o jornal e fiquei meditando sobre o que ouvira. Uma coisa me chamou a atenção: foi aplaudido entusiasticamente pelos presentes.
Vasculhei os recônditos de minha memória e tirei de lá de dentro a primeira impressão que Luiz Inácio Lula da Silva me deixou quando, em 1974, morando em São Paulo, eu o vi falar na televisão pela primeira vez: este sujeito é um picareta! Esta foi a impressão que tive dele quando o vi na televisão pela primeira vez. E esta impressão foi formada por alguns detalhes importantes: a cara dele, o aspecto dele e o que ele disse naquela ocasião. O aspecto e a cara, eram de um tremendo malandro picareta. A fala era de um sujeito ignorante, analfabeto, intolerante, arrogante, mal educado, primário, sem princípios morais.

Pensei: meu Deus, esse sujeito é o maior líder sindical deste país?

O sujeito falou cobras e lagartos dos americanos, dos capitalistas, da democracia, dos militares brasileiros, e teceu loas às lutas de classes, ao socialismo, à Fidel Castro e a tudo o que não presta no mundo.

O governo era a chamada ditadura militar. Ditadura militar coisa nenhuma, senão ele tinha se estrepado! Se fosse uma verdadeira ditadura ele hoje estava implorando a Alah para reencarnar no Iraque, ou Irá, ou Paquistão ou qualquer desses países que só produzem miséria e terrorismo.

Voltemos ao fato.

O presidente do Brasil disse que o seu partido não pode ser acusado dos erros humanos que cometeu e que desde Adão e Eva os seres humanos cometem erros.

Há um problema, porém: erro humano é uma coisa, crime é outra completamente diferente. Quem tem senso moral sabe disso. Trair a mulher ou vice-versa é erro humano, grave. Chegar atrasado a um compromisso é erro humano, condenável. Ser grosseiro com os semelhantes é erro humano. Não saber se comportar na sociedade em que se vive é erro humano. Humilhar os demais, é erro humano. Existem centenas de outros erros humanos, todos derivados de uma educação falha ou da falta de educação.

Mas roubar, praticar a corrupção, formar uma quadrilha para assaltar os cofres públicos, o dinheiro do povo, prevaricar, mentir e obstruir a justiça, formar caixa dois para comprar votos de incautos e ganhar eleições, montar o maior esquema de corrupção já visto neste país para comprar um parlamento, envolvendo nisto empresas públicas e particulares e se mancomunando com mafiosos, torrar bilhões de reais em "programas" sociais que só servem para alimentar a corrupção e perpetuar a miséria, torrar outros bilhões em viagens inúteis a países falidos que não têm nada a oferecer ao Brasil, nada disto é erro humano. É crime capitulado nos códigos criminais de qualquer país.

Se as autoridades encarregadas de zelar pelo cumprimento destas leis e da constituição brasileira fazem vista grossa a toda essa bandalheira que está destruindo o país como nação, então estamos diante de outro crime grave e de uma constatação: o Brasil não é mais um país, uma nação, e sim, um valhacouto de facínoras.
Se o poder judiciário brasileiro, que se diz independente, e está na constituição que é, e que tem a obrigação cívica de fazer cumprir as leis, fecha os olhos e se mancomuna com toda esta imoralidade, então precisamos chamar o xerife. Só que o Brasil não tem mais Xerife!

Existe um problema sério com a psicologia do picareta. O picareta não possui nenhuma noção dos valores humanos e morais que devem reger as vidas das pessoas e das nações. Em razão dessa sua cegueira moral, o crime para ele não é crime e pode ser classificado como erros humanos, simplesmente e facilmente perdoáveis.
Na psicologia do picareta, tudo é permitido. Pode-se fazer tudo e depois, pede-se desculpas ao distinto público, como essa quadrilha do PT já pediu, a começar pelo chefe picareta, e fica tudo por isto mesmo.
Na visão dessa ralé que só pensa em si mesma e tem na ponta da língua um escroto discurso populista pronto e ensaiado para enganar analfabetos, um simples pedido de desculpas e uma declaração de erro humano basta.

Ao ouvir o que o senhor Lula da Silva afirmou hoje a minha convicção sobre a sua pessoa se confirmou: o homem não está bêbado e nem louco. É apenas um picareta.

Resta-nos imaginar o que vai acontecer com um país de 180 milhões de pessoas governado por um picareta que faz parte de uma quadrilha denominada Partido dos Trabalhadores que já violou todos os códigos da ética, da moral e do direito, exige provas para crimes de corrupção como se corruptos assinassem recibos, conta com o guarda chuva de um poder judiciário venal e também corrupto e onde ninguém levanta a voz contra tudo isto.

Em mim, isto provoca náuseas e um frio na espinha. E principalmente desprezo! E em você?

Por Otacílio M. Guimarães

Anônimo disse...

O Lula e seus eleitores são pessoas do mesmo tipo.
Interpretem positiva ou negativamente os que entenderem o que quis dizer...


...mas sendo eleitores de Lula, certamente não irão entender.

Anônimo disse...

Que me desculpe o Sr. Otcílio M. Guimarães, mas se vossa "inteligentíssima" pessoa gosta aparecer e principalmente de ofender a população brasileira que o faça de modo que não fique tão claro nas suas cartas, ou achou que a população brasileira seria tão burra a ponto de não perceber claramente ao ler que o sr. não tem idéias próprias, muito menos capacidade para formular uma carta tão medíocre.

Ah, outra coisa, creio que já está na hora de se aposentar, é só uma opnião (própria) sobre a sua situação atual, o homem (ou Senhor) mais odiado pela população brasileira, não digo toda, mas pelo menos a parte que teve acesso a sua carta.

Marcadores